TNT estreia BOSS em 08/Abril


O psiquiatra Dr.Frasier Crane, surgido inicialmente no elenco de “Cheers” (e com uma meteórica passagem por outra comédia, “Wings”), foi alçado ao sucesso em uma série própria, que levava seu nome – na qual ficava claro que, para este médico, o riso era o melhor remédio. Em seu retorno à televisão, no entanto, o intérprete de Frasier, o premiado ator Kelsey Grammer, optou por um personagem com pouquíssima propensão aos sorrisos fáceis. Afinal, o prefeito Tom Kane tem que se preocupar não apenas com o dia a dia político em uma das maiores cidades dos EUA, mas também com um grave segredo sobre a sua saúde que, se vier à tona, pode arruinar a sua trajetória profissional. É esta a trama de BOSS (classificação indicativa 16 anos), série que rendeu a Grammer o Globo de Ouro® de “melhor ator” na edição 2012 – e que os fãs vão poder conferir na pré-estreia do domingo, dia 8 de abril, às 22h, e depois todas as quintas-feiras, a partir do dia 12, no mesmo horário das 22h.

A vida de Kane vira do avesso depois que ele acaba sendo diagnosticado com uma doença neurológica degenerativa. Determinado a seguir em frente em seu cargo, ele decide manter a doença como um segredo, compartilhado apenas com sua médica, a Dra. Ella Harris. Aqueles ao seu redor parecem ocupados demais com suas próprias vidas para perceber algo diferente. Meredith, sua esposa, compartilha com ele um casamento cuja palavra-chave é nada mais do que “conveniência”. Seus assessores diretos, Kitty O’Neill e Ezra Stone, respeitam o chefão de tal maneira que evitam ficar fazendo muitas perguntas. Apenas sua filha, Emma, aparenta suspeitar de algo. Mas será que ela saberia o bastante para desvendar a trama e o que esta doença significaria para o futuro da carreira política do pai?

BOSS é uma criação do iraniano Farhad Safinia, conhecido por ter dividido a autoria do roteiro do épico “Apocalypto” com o diretor Mel Gibson. Além de Grammer, o cineasta Gus Van Sant (de “Gênio Indomável” e “Elefante”) atua como produtor executivo. No elenco, estão ainda nomes como Connie Nielsen (da série “Law & Order: Special Victims Unit” e de filmes como “Advogado do Diabo” e “Violação de Conduta”) e Kathleen Robertson (conhecida como a Clare Arnold da primeira versão de “Barrados no Baile”).

A série BOSS, infelizmente, terá exibição apenas dublada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s